• Gyna

Como aumentar a produtividade da sua empresa com a Automação de Processos Robóticos

Para otimizar a rotina de trabalho e tirar as tarefas manuais das mãos da sua equipe, os robôs podem executar atividades repetitivas no lugar das pessoas


Em um mercado cada vez mais competitivo e digitalizado, não dá para falar em aumento da produtividade sem relacionar com a automação de processos. 

De acordo com a empresa de consultoria Gartner, ela está se consolidando como uma das grandes tendências do mercado da tecnologia. Tanto que, entre 2018 e 2023, a previsão é de que o setor tenha um crescimento médio anual de 12,9%. 

Com a automação de processos, tarefas que poderiam levar dias e incluir o esforço de vários colaboradores do time são executadas em pouquíssimo tempo, de forma otimizada, além de ter uma queda drástica na quantidade de falhas humanas. 

Continue conosco para saber mais sobre a automação de processos, a utilização de robôs para realizar tarefas de modo mais inteligente e entender como essa tecnologia pode te ajudar a atender seus clientes com mais qualidade e agilidade. 

O que é a automação de processos? 

Atualmente, a automação de processos é considerada como o primeiro passo de todas as iniciativas voltadas à transformação digital nas empresas, afinal, ela permite que as organizações otimizem as tarefas do dia a dia de maneira inteligente. 

Trata-se de uma estratégia para tornar os processos manuais digitalizados, utilizando tecnologia e integração de sistemas de dados para que os fluxos de trabalho sejam mais simples, rápidos, eficazes e objetivos. 

Muita gente se engana ao pensar que a automação de processos visa substituir as atividades humanas, quando, na verdade, a intenção é facilitar o seu trabalho.

Com o uso da tecnologia para integração de sistemas e dados, a empresa consegue aumentar seu controle dos processos e permitir a rastreabilidade das informações. Para os colaboradores, essas ações são traduzidas em redução de erros e diminuição no tempo da execução das tarefas, que podem ser de quaisquer departamentos (TI, Recursos Humanos, Jurídico, Financeiro, Marketing etc). 

Quando sua equipe consegue deixar as tarefas manuais de lado, ela fica livre para desenvolver atividades mais estratégicas, que geram valor para o negócio e que realmente precisam da intervenção e inteligência humanas para serem resolvidas. 

Neste cenário, surge a Automação Inteligente de Processos (IPA), uma combinação da automação de processos digitais com a automação de processos robóticos e a inteligência artificial para gerenciar, automatizar e integrar os processos de uma empresa, gerando mais oportunidades de mercado. 

Hoje, vamos conhecer mais a fundo o Robotic Process Automation (RPA) e entender como essa solução pode fazer a diferença na produtividade do seu negócio. 

O que é Automação de Processos Robóticos?

A Automação de Processos Robóticos, popularizada pela sigla RPA (do inglês Robotic Process Automation), é um software que pode realizar tarefas no lugar de uma pessoa, como um robô. Ele é capaz de automatizar atividades em diferentes sistemas, considerando e respeitando a interface de usuário nativa de cada plataforma. 

Para entender a importância dessa tecnologia no mercado, saiba que de acordo com o estudo chamado “Inovação na indústria de tecnologia” realizado pela KPMG, ela aparece em segundo lugar no ranking da categoria com maior poder de transformar negócios. 

Os entrevistados na pesquisa pontuaram que a robótica está cada vez mais associada aos ganhos de eficiência e lucratividade, consequentemente, trazendo o aumento do market share para a empresa. 

A diferença entre a automação de processos com RPA e a automação tradicional de TI é justamente o uso de softwares robôs, que conseguem se adaptar às situações de mudanças de comportamento, exceções e novos acontecimentos. 

Graças a essa característica, o RPA é uma tecnologia muito utilizada na inteligência do negócio, para analisar o mercado, tomar uma ação e trazer bons resultados. Mas é importante lembrar que o seu funcionamento permite que seja utilizado com sucesso em qualquer setor de uma organização. Vamos ver alguns exemplos? 

No departamento Financeiro, o RPA pode aumentar a produtividade auxiliando na cobrança de clientes e fornecedores, no processamento de pedidos e no envio de notificações. No RH, é possível otimizar o dia a dia de atualização de perfis de clientes e funcionários e gerenciar o banco de talentos.

Na produção, por sua vez, a Automação de Processos Robóticos pode colaborar nos cálculos e medições, além de monitorar as tarefas e processos que foram automatizados. 

Como implementar a RPA e trazer vantagens para o meu negócio? 

De maneira geral, há três motivos para que um gestor decida implantar o RPA no seu negócio: controle de equipes e redução de mão de obra, ganhos na área de atendimento ao cliente e melhora da integração dos diversos setores da empresa. 

O primeiro ponto é que a Automação de Processos Robóticos realmente pode reduzir os custos com pessoal e o erro humano. Os bots - aplicações de software que simulam ações humanas repetidas vezes e de maneira padrão - normalmente têm um custo baixo e são simples de implementar. 

Como você deve estar pensando, essas duas características (baixo investimento e facilidade de inserir na empresa) são essenciais para uma organização que busca crescer o seu negócio por meio da automação de processos, sem que haja gastos significativos ou desarmonia entre os colaboradores. 

Embora pareça que o robô pode roubar o emprego dos seus funcionários, é importante saber que isso não é real. Durante o fluxo de trabalho, ele é responsável por aumentar a produtividade, já que realiza as atividades manuais e repetitivas que antes eram feitas por pessoas. Além disso, ele facilita a entrega de análises e dados, reduzindo o tempo demandado da sua equipe. 

Com a implementação dos robôs, a operação será submetida às regras de negócio que já existem em cada sistema, afinal, trata-se da simulação de um usuário comum.

É importante dedicar tempo e atenção para que a sua equipe esteja engajada nessa nova tecnologia que pode ajudar muito na satisfação do cliente. 

E por falar em cliente, saiba que a área de atendimento tem muito a ganhar com a implantação do RPA. O software colabora no fornecimento de soluções para problemas comuns que aparecem durante o dia a dia de trabalho, além de agilizar todo o processo desde a produção até a entrega. É a garantia de que o consumidor receberá seu produto no tempo e da forma prevista. 

Por último, saiba que aplicar o RPA em uma empresa garante uma visão mais detalhada, rápida e assertiva dos setores, serviços, tarefas e produtos que fazem parte do fluxo de trabalho desse negócio. Essas vantagens ainda podem ser reforçadas com o uso combinado de tecnologias cognitivas, como o Machine Learning, reconhecimento de fala e processamento de linguagem natural. 

Planejamento é a chave do sucesso

Ao longo deste texto, vimos como o RPA permite um gerenciamento mais amplo, rápido e eficiente da rotina de trabalho, oferecendo uma experiência melhor para o cliente e reduzindo muito o número de erros. 

Mas não adianta sair implementando bots por aí. A empresa deve ter um planejamento estratégico bem definido para que o RPA entregue todos os resultados que promete.

Nossa dica é que você se dedique a conhecer a tecnologia a fundo e esteja ciente dos pontos fortes e fracos do seu negócio, para só então aplicá-la efetivamente. 

Lembre-se sempre que, hoje em dia, utilizar a tecnologia para se destacar da concorrência é essencial para que o seu negócio continue no mercado. 

28 views0 comments